Câncer de pele – Conheça os tipos e tratamentos

Saiba mais informações sobre o Câncer de pele

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, o câncer de pele é o tipo mais comum no ser humano, com 25% de todos os diagnósticos desta doença. O tipo mais comum é não letal, porém é necessário se prevenir para não correr o risco de ter uma doença, mesmo que curável, em seu corpo. O Melanoma é o tipo mais agressivo de câncer de pele.

O câncer desse tipo é bem parecido com pintas ou lesões benignas. O câncer de pele é identificado apenas após uma biópsia mas é importante estar atento a alguns sinais:

  • Lesão na pele de aparência elevada e brilhante, translúcida, avermelhada, castanha, rósea ou multicolorida, com crosta central e que sangra facilmente;
  • Pinta preta ou castanha que muda sua cor, textura, torna-se irregular nas bordas e cresce de tamanho;
  • Mancha ou ferida que não cicatriza, que continua a crescer apresentando coceira, crostas, erosões ou sangramento.

Mesmo se o seu câncer for o mais leve, trate-o imediatamente, pois eles podem provocar lesões mutilantes e desfigurantes no seu corpo, acabando com sua autoestima. O câncer de pele pode ser mais sério do que você imagina.

Câncer de pele

Quais os fatores que podem causar câncer de pele?

  • Exposição excessiva e sem proteção a radiação solar
  • Exposição a lâmpadas solares e câmaras de bronzeamento

Quais são os tipos de câncer de pele?

Existem 3 tipos de câncer de pele: carcinoma basocelular, carcinoma espinocelular e melanoma.

O carcinoma basocelular é o mais comum. Surgem em regiões mais expostas ao sol como rosto, orelhas, pescoço, couro cabeludo, ombros e costas.

Tratamento para o câncer de pele

O tratamento vai de acordo com a indicação do seu dermatologista. Alguns tratamentos que existem são:

  • Cirurgia excisional
  • Criocirurgia
  • Cirurgia a laser
  • Cirurgia Micrográfica de Mohs
  • Terapia Fotodinâmica
  • Melanoma

Como prevenir um câncer de pele?

A melhor estratégia para se proteger do câncer de pele é evitar a exposição excessiva ao sol e proteger a pele da radiação UV. Os grupos de maior risco são as pessoas com o seguinte biotipo: pessoas de pele clara, com sardas, cabelos claros ou ruivos e olhos claros.

Voltar para todos os Posts