Dezembro: Mês de combate ao câncer de pele

Combate ao câncer de pele

Em dezembro é lançada campanha de conscientização e combate ao câncer de pele. O câncer de pele corresponde a 33% dos diagnósticos da doença no Brasil, sendo uma das enfermidades mais comuns. O câncer de pele não melanoma, possui letalidade baixa mas seus números são altos. Isso reflete a falta de cuidado e prevenção de homens em mulheres em relação a esse câncer.

Quem está suscetível ao câncer de pele?

Qual indivíduo pode ter câncer de pele, desde brancos a negros. Porém a doença é mais propícia para brancos que se queimam com facilidade quando se expõem ao sol. Geralmente surge nas áreas mais expostas ao sol como colo, costas e mãos, por exemplo.

Em estágios iniciais, o melanoma se desenvolve apenas na camada mais superficial da pele, o que facilita a remoção cirúrgica e a cura do tumor. Nos estágios mais avançados, a lesão é mais profunda e espessa, o que aumenta a chance de se espalhar para outros órgãos (metástase) e diminui as possibilidades de cura.

O diagnóstico rápido é essencial para a cura da doença. Hoje, devido à tecnologia e pesquisas, pessoas com melanoma avançado tem aumento de sobrevida e qualidade de vida. É importante não se descuidar. O sol causa danos irreparáveis em sua pele e sua saúde.

Se você possui alguém na família com histórico da doença, realize exames periódicos. O risco de ter câncer de pele aumenta se há casos em familiares de primeiro grau.

Dicas para prevenção de câncer de pele

– Use de bonés, chapéus, óculos escuros e filtro solar;
– Cobrir áreas expostas com roupas comprida;
– Evitar ficar no sol nos horários de pico – entre 10 e 16h;
– Usar barracas de algodão ou lona, que absorvem 50% dos raios UV;
– Usar protetor solar diariamente;
– Reaplicar o filtro de 2 em 2 horas;
– Inspecionar a pele à procura de pintas e manchas estranhas;
– Consultar o dermatologista periodicamente.

Fonte: SBD – Sociedade Brasileira de Dermatologia

Voltar para todos os Posts